Com covid-19, cai de 57 a 10 mil, número de passageiros nos ônibus de Franca

09 - 04 - 2020- Franca

Franca Franca

Diante da pandemia pelo covid-19 e a necessidade de isolamento social o movimento de passageiros nos ônibus em Franca caiu de forma drástica.

Segundo os levantamentos desta semana, o volume de passageiros caiu de 57 mil para 10 mil por dia.

Aos sábados e domingos esse volume que chegou a 31 a 32 mil usuários transportados, caiu para 3 mil, valendo destacar que no último domingo apenas 900 pessoas foram transportadas.

Da frota normal colocada nas ruas que atendia ao sistema de transporte em dias normais, hoje a Empresa São José está operando de forma contingenciada, mantendo itinerários específicos e procurando oferecer uma cobertura de toda a cidade, isso sempre até as 19h.

Após esse horário, foram criadas alternativas com base nas solicitações feitas por empresas e instituições, em que ônibus são colocados na porta dos locais de serviços e levam os funcionários até os bairros em que residem. Fizeram pedidos e estão sendo atendidos, os colaboradores da Santa Casa de Misericórdia, Hospitais São Joaquim/Unimed, São Francisco, clínicas e laboratórios diversos e dois grandes supermercados, um situado na Av. Ismael Alonso e outro na Av. Champagnat.

A Empresa Municipal pede aos usuários que formulem suas reclamações utilizando os canais já citados, porém indicando sempre o itinerário, data e horário, se possível citado o ponto da ocorrência.

Os meios de controle permitem a pronta verificação e adoção das medidas cabíveis para que tais ocorrências, se verdadeiras não voltem a se repetir ou sejam ao menos amenizadas.

Muitos idosos nos ônibus

Num instante em que todos os apelos são para que as pessoas se resguardem, fiquem em casa, segue sendo grande o número de idosos andando de ônibus, especialmente nos horários que antecedem as refeições servidas no BomPrato.

Levantamento feito na última semana chegou a indicar que entre os transportados, em torno de 40% eram pessoas idosas ou aposentadas, quadro preocupante e que os coloca em risco maior de contrair o Coronavírus.

Eles aproveitam da gratuidade e ficam circulando de um lado para outro sem nenhuma preocupação, além de muitas vezes se encontrarem em grupo para conversas no próprio terminal, o que deve ser evitado.?


Fonte - Jornal da Franca
Fonte de imagem - Jornal da Franca