Em Franca, Secretaria de Educação prorroga pesquisa sobre volta às aulas

21 - 01 - 2021- Franca

Franca Franca

A Secretaria Municipal de Educação prorrogou até esta sexta-feira, 22, a data para o preenchimento dos questionários sobre o retorno presencial ou ensino remoto para às aulas na rede municipal.

O prazo inicial terminaria nesta quarta-feira, 20.

Aquelas pessoas que ainda não responderam às perguntas, poderão fazê-lo usando os canais disponíveis ou as próprias escolas, redes sociais e site da Prefeitura (www.franca.sp.gov.br).

O objetivo é elevar o número de participações e oferecer oportunidades para que os pais ou responsáveis, alunos e os funcionários se envolvam no processo.

Márcia Gatti, secretária de Educação, enfatiza que esse trabalho visa preparar a logística para o retorno gradual das aulas presenciais de forma segura, seguindo os protocolos sanitários.

É também uma oportunidade de conhecer a quantidade de alunos que irão optar pelo ensino presencial ou remoto, bem como a quantidade de profissionais que estarão retornando as atividades presenciais ou desejarem permanecer em teletrabalho.

No questionário, os pais devem responder também sobre o histórico de saúde dos filhos, se tem comorbidades ou tenham alguma limitação que requeira cuidados especiais.

Segundo a secretária, até o momento, foram respondidos cerca de 11 mil questionários, por pais ou responsáveis de alunos de creches, educação infantil e ensino fundamental.

Cerca de 1.300 profissionais da Educação também enviaram suas respostas sobre o retorno das aulas.

A Prefeitura faz o apelo para que os pais ou responsáveis, profissionais de Educação e alunos da Educação de Jovens e Adultos aproveitem esse novo prazo e preencham o questionário, que está disponível no site da Prefeitura (www.franca.sp.gov.br).

Para quem não tem acesso a internet, pode comparecer as escolas municipais, que os servidores das unidades estão aptos para o atendimento. Outras formas são os grupos de whatsapp.

A Prefeitura de Franca segue estruturando o retorno às aulas, com a compra dos EPIs (Equipamentos de Proteção individual), manutenção e adequações nos prédios escolares aos protocolos sanitários, bem como toda a logística de atendimento.


Fonte - Jornal da Franca
Fonte de imagem - Jornal da Franca