Plano de vacinação contra a Covid em Ribeirão será divulgado na sexta-feira, 8

08 - 01 - 2021- Ribeirão Preto

Ribeirão Preto Ribeirão Preto

O plano de vacinação contra a Covid-19 em Ribeirão Preto será divulgado nessa sexta-feira, 8, em coletiva no Palácio do Rio Branco, sede da Prefeitura municipal.

De acordo com a Prefeitura, a  Secretaria Municipal de Saúde já tem o plano de vacinação elaborado, assim como o levantamento de todo material necessário para receber as vacinas que forem aprovadas pela ANVISA. 

Ribeirão Preto possui uma estrutura com 37 postos de vacinação, mas durante a imunização contra a Covid-19, o Executivo garantiu que a estrutura será reforçada com recursos humanos e insumos.

O prefeito Duarte Nogueira (PSDB), em entrevista à Revide, informou que novos equipamentos estão sendo adquiridos, como câmaras de armazenamento e caixas de transporte das seringas, para que não haja atrasos no plano de aplicação. 

"À medida que as autoridades de Saúde estabelecerem qual vacina os brasileiros receberão e a partir de quando, Ribeirão Preto estará pronta para acompanhar todas as fases, começando pelos profissionais de saúde e idosos. Mas, para nós, todas as vacinas são bem-vindas, independente da origem. O importante é que salvem vidas e imunizem a nossa população o mais rápido possível. As câmeras de acondicionamento, freezers e as caixas que irão deslocar as vacinas até os locais de vacinação já estão sendo organizadas", declarou Nogueira.

Plano Estadual

Nesta quarta-feira, 6, o governador João Doria (PSDB) deu novos detalhes sobre o plano de vacinação estadual. Segundo o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, a vacinação ocorrerá de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e de 7h às 17h aos sábados, domingos e feriados. Na primeira fase, cerca de 9 milhões de pessoas devem ser vacinadas.

Produzida em uma parceria do Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac, a CoronaVac ainda precisa ter a eficácia comprovada antes de ser liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

A previsão do governo estadual é de que os documentos sejam entregues à Anvisa nesta quinta-feira, 7, quando também devem ser divulgados os resultados dos testes.

Cronograma de vacinação segundo previsão do governo do Estado de São Paulo:

Trabalhadores da saúde, indígenas e quilombolas
Primeira dose: 25 de janeiro
Segunda dose: 15 de fevereiro

Pessoas com 75 anos ou mais
Primeira dose
: 8 de fevereiro
Segunda dose: 1º de março

De 70 a 74 anos
Primeira dose:
 15 de fevereiro
Segunda dose: 8 de março

De 65 a 69 anos
Primeira dose:
 22 de fevereiro
Segunda dose: 15 de março

De 60 a 64 anos
Primeira dose: 
1º de março 
Segunda dose: 22 de março

Logística e recursos humanos

- 18 milhões de doses de vacina
- 27 milhões de seringas e agulhas
- 5,2 mil câmaras de refrigeração
- 25 postos de armazenamento e distribuição
- 30 caminhões refrigerados
- 54 mil profissionais de saúde


Fonte - Revide
Fonte de imagem - Revide