Deputada Graciela reforça luta contra a violência à mulher em Franca e região

26 - 11 - 2020- Franca

Franca Franca

Neste dia 25 de novembro comemora-se o Dia Internacional de Luta Contra a Violência à Mulher. Defensora desta importante causa há mais de 30 anos, como vereadora, delegada de polícia e agora deputada estadual, Delegada Graciela David (PL) está à frente de várias ações que visam a proteção feminina.

São projetos de lei e iniciativas da parlamentar com o foco em garantir e ampliar a defesa e os direitos das mulheres. “Como deputada estadual, apresentei um projeto de grande importância, que é o Viva Mulher. A lei já está em vigor e prevê ações de reeducação dos infratores, com foco na diminuição da reincidência dos casos de violência doméstica”, diz a deputada Delegada Graciela.

Em outra ação importante, a deputada conseguiu, junto ao comando da Polícia Militar, a implantação da Patrulha Maria da Penha em Franca que atua de forma fiscalizatória e preventiva, realizando visitas a mulheres sob medida protetiva judicial. Os policiais também alertam os homens da obrigatoriedade do cumprimento das medidas e das consequências do descumprimento. 

Os direitos da mulher também estiveram à frente das discussões na Assembleia Legislativa com a realização do Seminário “Mulheres em Debate”, com especialistas de diversas áreas da causa de proteção às mulheres e garantia de seus direitos. “Sou a presidente da Comissão de Defesa e Dos Direitos das Mulheres na Alesp e fiz questão de organizar esse seminário, de onde muitas ideias surgiram e discussões embasadas sobre a violência doméstica e os direitos das mulheres”, explica Delegada Graciela David.

Outra ação da deputada foi a destinação de recursos para a compra de implantes anticoncepcionais, permitindo às mulheres uma forma contraceptiva segura e contribuindo com o planejamento familiar dos francanos, especialmente das famílias em fragilidade social. Deputada Graciela David ainda tem em tramitação, de sua autoria, o projeto de lei "Belas Empenhadas".

“Este projeto, que também esperamos ser aprovado e sancionado, prevê a capacitação de profissionais em beleza feminina para atuarem como multiplicadoras dos direitos das mulheres e da Lei Maria da Penha. Defender e apoiar as causas em favor das mulheres é uma missão de vida pela qual sempre vou batalhar”, finaliza Delegada Graciela.


Fonte - Jornal da Franca
Fonte de imagem - Jornal da Franca