Ensino público em Ribeirão Preto registra melhora no desempenho em 2019

17 - 09 - 2020- Ribeirão Preto

Ribeirão Preto Ribeirão Preto

A avaliação dos estudantes das redes estadual e municipal em Ribeirão Preto melhorou em 2019, segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado pelo Ministério da Educação nessa terça-feira, 15.

A aprendizagem e a aprovação no ensino público, etapas fundamental e médio, em 2019, tiveram desempenho melhores em relação à avaliação passada, em 2017. Porém, apenas os alunos do ensino médio alcançaram a meta estipulada pelo MEC.

Nos anos iniciais do ensino fundamental, até a 4ª série/ 5º ano, Ribeirão Preto teve nota 6,2, contra 6,1 em 2017 e o melhor desempenho desde 2005. Mas, a projeção de pontuação do Ideb era de 6,5.

Já os estudantes da etapa final do fundamental, até 8ª série/ 9º ano, alcançaram nota 4,8, também a melhor da série histórica do Ideb, porém, ainda abaixo da meta estipulada, de 5,7.

Para o ensino médio, a meta nas escolas públicas da cidade foi superada. O índice, que começou a ser apurado em 2017, evoluiu de 3,5 para 4,1 em 2019. A meta do MEC era de 4,0.

Rede municipal

Somente nas escolas municipais de ensino, houve queda no ano passado em relação ao último Ideb, de 2017. O índice para alunos até o 5º ano foi de 6, ante 6,2 da avaliação anterior e também abaixo da meta, de 6,4.

Nos últimos anos, para alunos até o 8º ano, a nota foi de 4,8, antes 5 em 2017 e bem abaixo da meta, de 5,8.

A Secretaria da Educação informou que os índices tendem a melhorar na próxima avaliação do Ideb. "É importante ressaltar que em 2018, ano anterior da aplicação da avaliação, o município reforçou a contratação de professores (427) com ênfase nas matérias de língua portuguesa, matemática e alfabetização. Também foi aprovado, no ano seguinte, o novo referencial curricular. Outro fato importante que influenciará na próxima avaliação, foi a criação de um grupo permanente para combater o fluxo escolar, fato que contribui para aumento da nota final", disse a secretaria, que ressalta ainda que, desde que as atividades presenciais foram suspensas em decorrência da pandemia do novo coronavírus, no último mês de março, "tem disponibilizado um canal de TV para atender 47 mil estudantes da rede municipal de ensino em Ribeirão Preto, ação complementar às atividades pedagógicas mantidas à distância, com objetivo de facilitar o acesso à educação de todos alunos da rede municipal. Importante informar que, todos alunos serão avaliados, de forma individualizada para elaboração de um plano de recuperação, caso a caso, pós pandemia."

Em compensação, houve evolução no ensino estadual no período, de 6,0 em 217 para 6,3 no ano passado para as séries iniciais do fundamental, e de 4,4 para 4,8 nos últimos anos. Porém, sem bater a meta.


Fonte - Revide
Fonte de imagem - Revide